• Equipe Mulher da Palavra

Estudar a Bíblia, eu ?? por Simone Galvão

Mas, quando nossa fé é colocada em cheque, ou quando temos que explicar a razão da nossa fé, nosso castelo de areia desmorona, nos sentimos perdidas, sem saber por qual caminho seguir.

O impressionante é que se nos perguntarem sobre as histórias que aprendemos quando crianças, sobre o grande peixe que engoliu Jonas ou o tamanho do gigante que Davi enfrentou, respondemos em uma fração de segundos. Além disso sabemos muitos versículos decorados e recitamos muitos credos.

Mas tudo isto, na maioria das vezes não tem nenhuma conexão conosco, temos muitas dificuldades de encontrar um fio condutor que ligue todas estas pequenas histórias em uma grande história que conecta todas elas.

Crescemos na cultura do fast-food, da era digital, do tudo em um click e, o pior de tudo, transportamos isto para a Bíblia. Nos satisfazemos com o pouco, apenas aquele momento no domingo, em que ouvimos alguns minutos do sermão, ou aquelas devocionais já prontas, que nos ajudam a aplacar nosso sentimento de culpa por não ter tido tempo com Deus durante a semana.

O problema é que não fomos treinadas para sermos estudantes da Palavra! Desde muito cedo, as histórias da Bíblia nos são contadas apenas como historinhas e, infelizmente, em muitas igrejas as histórias bíblicas nos são contadas no mesmo patamar da Branca de Neve e os Sete Anões.

Nos ensinaram que quando enfrentamos alguma dificuldade podemos ir a caixinha de promessas que tudo está bem!!!  Deus é fiel, Ele vai nos ajudar!!!

Nos ensinaram  que precisamos  gastar horas da nossa juventude estudando química, física, inglês, porque  isto sim vale a pena!!!!!

Crescemos na igreja assim, desnutridas e sem alicerce nenhum para enfrentarmos os desafios que temos durante nossas vidas. Agora, aquelas historias desconexas que nos eram contadas enquanto criança, já não nos causam tanta paixão, e assim nos tornamos mulheres cristãs, mas vazias da Palavra!!!!!! Crescemos sem conhecer o Deus que servimos!!!!!

Em 2 Timóteo 3, Paulo nos faz um alerta, e nos mostra o perigo de nos tornarmos mulheres vazias da Palavra.  Seremos facilmente enganadas pelos falsos mestres e nos tornaremos mal exemplo dentro da igreja: “porque entre eles estão os que se intrometem pelas casas e conquistam mulheres tolas carreadas de pecados, dominadas por várias paixões: que estão sempre aprendendo, mas nunca podem chegar ao pleno conhecimento da verdade”. 2 Tm 3. 6-7.

Diante desta triste realidade, nosso desafio é aprendermos a conhecer o nosso Deus, através de Sua Palavra. É prescrutar os tesouros que a Bíblia pode nos oferecer, é trabalhar duro, é gastar tempo de qualidade, é nos esforçar para conhecer nosso Mestre, é conhecer técnicas de estudo bíblico que nos ajudem a entender o coração do texto. E crescer de tal maneira em Cristo, que a Palavra terá inundado nossas vidas, e tudo que fizermos faremos a partir da Palavra de Deus, não o contrário. “Tu me farás conhecer o caminho da vida: na tua presença há plenitude de alegria: à tua destra há eterno prazer”. Salmos 16:11.

A Bíblia não é um livro cheio de histórias desconectas, mas sim a Palavra de Deus, e todas as histórias estão ligadas com um proposito final de redenção, a nossa salvação!!!!!

Conhecendo o Deus que servimos, nos tornamos mulheres que glorificam seu nome, e que conseguem ainda aqui na terra, viver de forma digna daquele que nos chamou, nosso Rei Jesus!!!!!

Simone Galvão


Simone é casada com o pr. Nelson Galvão e mãe do Mateus. E formada em Teologia, pedagogia e pós-graduada em psicopedagogia clínica.

#Feminilidade #SimoneGalvao

0 visualização

11 4412-6679

"FALA COM SABEDORIA E ENSINA COM AMOR."

Proverbios 31:26