• Equipe Mulher da Palavra

Intencionalidade na criação dos filhos

Atualizado: 26 de Jul de 2019

por Carol Sue Merkh |


Imagine comigo a seguinte cena: A sua família decidiu passar as férias no Nordeste. Ouviram dizer que as praias lá são lindas, e gostariam muito de conhecer.


Então, no primeiro dia das férias familiares, todos entram no carro para iniciarem a viagem. O problema é que ninguém pesquisou nada – não escolheram o destino exato no Nordeste – Natal, Salvador, Aracajú – não viram a distância até lá, não fizeram reservas num hotel, não pesquisaram o custo da viagem e nem mapa tem! Não têm a mínima ideia de como chegar lá! Será que as férias serão boas?



Você, como eu, já deve estar achando que esta viagem vai dar tudo errado. Ninguém seria tão atrapalhado assim! Sabe-se que para termos exito, em tudo que formos fazer, precisamos planejar, ter um alvo, nos preparar, calcular custos, pesquisar a melhor maneira para atingirmos nossos objetivos.



Mas, infelizmente, tenho percebido ao longo dos últimos anos, que muitos pais encaram a criação dos seus filhos exatamente assim. Sabem que querem filhos, e almejam ter filhos bem sucedidos, salvos, que amam a Deus, que são uma bênção, mas muitas vezes para por aí. E o planejamento? E a preparação para que isto aconteça? Existe um padrão? Tem um mapa para seguir?



Quantas vezes tenho sido abordada por mães jovens, querendo dicas para criarem os filhos. Elas sabem o que querem no final do processo, mas não sabem como chegar lá.



A minha tristeza é que muitas vezes, após apontar o caminho segundo as Escrituras, elas concluem que este caminho é muito difícil. Preferem navegar numa estrada mais confortável e fácil. Querem chegar no destino, mas não o caminho para chegar lá. Seria como querer chegar nas praias do Nordeste dirigindo em direção ao Rio Grande do Sul.



Nos últimos anos eu e David, meu esposo, temos conversado muito sobre uma situação que nos preocupa e nos deixa inquietos. Temos observado muitas famílias em que os pais realmente são pessoas de Deus – sérias, comprometidas, crentes. Mas, infelizmente, muitas destas famílias têm perdido seus filhos.



Diante disto, temos questionado qual seria a razão deste fato tão inesperado e triste! Queremos aprender para podermos alertar outras famílias sobre os perigos na estrada.



A conclusão a que chegamos é a falta de intencionalidade Bíblica na criação dos filhos. É criar os filhos empurrando com a barriga, deixando a vida acontecer sem planejamento, ficando meio anestesiados contra os verdadeiros perigos que nos cercam.



Em Deuteronômio 6: 4-7  lemos,



Ouça, ó Israel:  O Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor.  Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças.  Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.  Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.



Baseado neste texto, temos a convicção de que Deus não nos inicia nesta viagem sem nos ensinar o caminho, sem nos dar um mapa para seguir. Vamos analisar juntas alguns pontos importantes deste caminho.




I. Foco no Meu Coração



A ênfase dos versículos de 4-6 é que EU conheça a Deus. Ele é único e é SENHOR, então eu devo tudo que sou e tenho a Ele. Não adianta querer criar o meu filho nos caminhos de Deus se eu não os conheço. Como ser um guia turístico de lugares onde nunca fui? Para eu amar a Deus com todo o meu coração, alma e força, preciso realmente conhecer este Deus! Para ter as Suas palavras no meu coração preciso conhecê-las, estudá-las e entendê-las.



Isso significa que preciso investir tempo estudando a Bíblia e em comunhão com Deus. Eu sei que achar um tempo para concentrar na Bíblia sem interrupções é um desafio grande para quem tem filhos pequenos. Todas precisam usar a sua criatividade para conseguir separar este tempo, pois não adianta viajar até um destino se não conhecem o caminho.




Pode ser que você conhece muito bem a Bíblia, então não sente a necessidade de um tempo diário estudando a Palavra – já decorou o mapa então não precisa consultar. Mas quanto mais você conhece a Deus e está em comunhão com Ele, mais sensível estará para ouvir o Espírito Santo direcionando as suas atitudes, pensamentos e ações. Deus nos chama para renovar a nossa mente – significa meditar na Palavra dEle e estar sensível ao direcionamento que nos dá.



Se quero atingir o alvo que tenho, preciso seguir o mapa, conhecer bem o caminho e obedecer o direcionamento de quem sabe melhor do que eu – Deus



II. Foco no Coração do Meu Filho



Uma vez que conheço a melhor maneira para chegar no destino, preciso ser um guia responsável para quem vem atrás de mim – os meus filhos. Deus nos mostra como:



“Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração”. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.



Outra versão usa a palavra inculcar, ao invés de ensinar. É uma palavra que conota algo feito repetidas vezes. Deus quer que sejamos intencionais ao ensinarmos os nossos filhos o caminho, para que cheguem no destino certo.



Precisamos aproveitar todos os momentos para ensinar os princípios da Palavra de Deus, para descortinar atitudes erradas e sondarmos o coração, para louvar e agradecer a Deus por Sua bondade. Eu preciso buscar a Deus em todos estes momentos, e então será algo natural falar de Deus e da Sua Palavra com os meus filhos nestes momentos corriqueiros durante os dias.



Não sabemos quanto tempo temos nesta viagem. Imaginamos que a duração será pelo menos de 18 – 25 anos até que os filhos sejam independentes e saiam de casa. Mas não temos esta certeza. Na Palavra de Deus vemos que Ana entregou Samuel para Eli com, talvez, 3 ou 4 anos. Joquebede também teve pouco tempo para ensinar o mapa para Moisés. E Daniel e José que foram levados para países estrangeiros na sua adolescência? Mas os pais souberam preparar os filhos durante o tempo que tiveram para chegarem no destino almejado.



De uma maneira prática, como podemos aproveitar destes horários que Deus destaca como momentos de ensino? Coloco aqui algumas sugestões, para entendermos que é possível sermos intencionais na educação com os filhos.



1. Sentado em casa – refeições, assistindo televisão…


2. Andando pelo caminho – tempo no carro, passeios …


3. Quando se deitar – momentos quando parece que o coração está mais acessível, o tempo antes de dormir (a janela do coração, tempo quando querem protelar)


4. Quando se levantar – os primeiros momentos do dia, começando bem o dia estabelecendo o tom…




Para concluir, precisamos entender que não existem garantias na criação dos nossos filhos. Deus é soberano, os pais são responsáveis, mas o filho pode escolher o caminho.



Como pais, queremos ser o melhor guia possível para que o filho escolha o trajeto mostrado por Deus. Não conseguimos fazer na própria força, pois somos falhos. Deus quer que dependamos inteiramente dEle, seguindo os Seus conselhos e nos submetendo às Suas correções.

Carol Sue


Carol Sue é casada com o pr. David Merkh desde 1982.  O casal têm 6 filhos e 14 netos. Pr. Davi e sua esposa são autores de 16 livros, inclusive cinco da série "101 Ideias Criativas" (para grupos pequenos, culto doméstico, mulheres, famílias e professores), os pequenos manuais “101 ideias para paparicar seu marido (e esposa)” e “151  boas ideias para educar seu filho”; a série de 3 cadernos de estudos bíblicos para grupos de casais ("Construindo um Lar Cristão"); “O Legado dos Avós”, “O Namoro e Noivado que Deus Sempre Quis”, “Perguntas e Respostas sobre o Namoro e Noivado” e “Homem Nota 10”, tudo pela Editora Hagnos.  Pr. Davi também escreveu o livro devocional para jovens baseado no livro de Provérbios (“O Mapa do Tesouro”). e acaba de lançar o comentário Bíblico, Lar, Família e Casamento também pela editora Hagnos. #DavidMerkh #Maternidade #PaiseFilhos

36 visualizações

11 4412-6679

"FALA COM SABEDORIA E ENSINA COM AMOR."

Proverbios 31:26