• Equipe Mulher da Palavra

Criancice vs Rebeldia

Atualizado: 26 de Jul de 2019

por Sonya Gale |


É importante aprendermos a discernir entre estas duas atitudes para não “irritarmos” os nossos filhos (Efésios 6.4) na hora de corrigi-los.

Por exemplo… Ela derramou suco – de novo …. criancice ou rebeldia? Escreveu na parede; pintou as unhas com canetinha; esqueceu de fazer alguma tarefa como guardar os brinquedos; ficou em pé em cima da cadeira; pulou no sofá…. Disciplinar ou não?

 Primeiro vamos definir termos:

Criancice: falta de maturidade…irresponsabilidade…esquecimento…incapaz de manejar frustrações… de medir consequências… tendência a ter acidentes… ser criança.

Rebeldia: desafiar limites claros e estabelecidos…desafiar a tua autoridade…pecar.

A diferença está na intenção da criança… se está apenas exibindo as características de uma criança, ela precisa ser ensinada e treinada conforme a sua capacidade e idade… Exige paciência, tempo, e perseverança pois crianças geralmente não aprendem perfeitamente na primeira vez (e nós também não…)

Se a criança conhece e entende bem os limites e deliberadamente os  desobedece, então ela precisa experimentar as consequências do seu pecado que já deveriam ter sido explicadas para ela. De novo, isso vai exigir de nós paciência, tempo e perseverança porque o coração é duro (como o nossos…), assim como clareza ao explicar os limites e as consequências e constância e coerência ao aplicar estas consequências.

O autor e conselheiro de famílias, James Dobson, disse:   Uma criança só deve ser castigada (disciplinada – sofrer punição) por comportamento que seja um ato de rebeldia (desobediência).

Então  como lidar com :

  Criancice – Ensinar-  assim como ensinamos andar, a fazer tudo: um passo por vez, de novo e de novo e de novo….

   É necessário paciência, ensinando o que é correto, apropriado e permitido, com bom humor e tranquilidade.

A palavra de Deus em Ef.6.4 diz que os pais devem criar os filhos segundo o conselho (NVI) do Senhor… Isso quer dizer : ensinar, chamar atenção, avisar  

A criança não vai aprender limites, a pensar nos outros, o respeito pelas coisas dos outros, etc. sozinha… tem que ser ensinada assim como nós fomos…

Mas vamos lembrar também que são crianças… vamos dar espaço para brincarem, vamos participar de suas brincadeiras, encorajar a sua curiosidade, não vamos abusar de horários, etc e depois querer que fiquem de bom humor…. São crianças!

Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem experiência no ensino da justiça.Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal     (Hebreus 5:13,14)

É normal tomar leite se for criança – mas com o exercício (treinamento e ensino) constante, ela deve aprender a comer alimento sólido de adulto, ou seja, como distinguir entre o certo e o errado.

Rebeldia- (qualquer tipo de desobediência) – deliberadamente desafiar e desobedecer ao que sabe ser um limite estabelecido:  Corrigir; disciplinar

Ef. 6.4 também fala que pais devem criar os filhos segundo a instrução do Senhor. Isso quer dizer: “todo o treinamento e educação das crianças – que envolve a cultivação da mente, da moralidade e que usa para este propósito ordens e ensinamentos, repreensão e punição.”

A mesma palavra grega é traduzida em Hebreus 12 como “disciplina” e lá aprendemos que esta disciplina, este treinamento é evidência de amor; nem sempre é agradável no momento, mas traz bons frutos. E á responsabilidade dos pais.

Vamos lembrar de algumas coisas importantes quanto à autoridade e a disciplina – treinamento e correção.

1 – A nossa autoridade foi dada a nós para a edificaçãodos que estão sob o nosso cuidado – Pois mesmo que eu tenha me orgulhado um pouco mais da autoridade que o Senhor nos deu, não me envergonho disso, pois essa autoridade é para edificá-los, e não para destruí-los .(2 Coríntios 10:8)

2 – Esta autoridade nos foi dada por Deus, como representantes dele (Ele é a autoridade máxima) para cumprir uma missão que Ele nos deu: ensinar e disciplinar nossos filhos. Por isso é muito importante não levarmos conflitos com os filhos para o lado pessoal – entrar numa briga de “quem é maior” ou “quem grita mais alto” com os nossos filhos… Quando eu levo para o lado pessoal, como ofensa pessoal, (me defendendo – ás vezes com palavras que machucam ou com ações que não edificam) daí a ira toma conta  e ninguém “ganha”  – eu perco minha moral, minha autoridade porque desço ao nível da criança.

A ira pode me levar a pecar 

“Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo”(Efésios 4:26,27)

Quando a ira subir : pare, deixe a criança pensando um pouco sobre o seu pecado, vá para um canto e acalme o seu coração diante de Deus para poder lidar com isso da forma correta.

Como cumprir esta missão de Deus que às vezes parece ser impossível??

Deixe Deus usar a Palavra para te ensinar, te transformar….

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem (e a mulher) de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.  (2 Timóteo 3:16,17)

Aceite a disicplina de Deus em tua vida… aprenda…

Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”.(1 Pedro 5:5)

E assim, aprenda a ver os teus filhos da perspectiva de Deus

Curtem teus filhos pequenos!!! Serão crianças por tão pouco tempo!

Mas aproveitem cada oportunidade para os ensinar a amar a Deus – viva a vida de Deus diante deles….

Sonya Gale


Sonya é casada com pr. Paul a 42 anos e juntos têm investido suas vidas servindo a Deus através da família, discipulados, e um ministério que visa criar parcerias que ajudam fortalacer a igreja de Jesus Cristo.  Entendem que a familia é bênção que vem de Deus.

O casal tem 4 filhas e 6 netos.


#Feminilidade #PaiseFilhos

10 visualizações

11 4412-6679

"FALA COM SABEDORIA E ENSINA COM AMOR."

Proverbios 31:26