• Equipe Mulher da Palavra

Momentos Cotidianos, Oportunidades Eternas. PARTE I. por Michelle Merkh Zemmer


Se você é mulher, imagino que fazer duas (ou três) coisas ao mesmo tempo é algo que você entende bem.  Se você é mãe, talvez ainda mais.  Não deve ser muito fora da sua realidade ter comida esquentando no fogão, roupa na máquina de lavar, seu filho sentado na mesa fazendo perguntas sobre a lição de casa e você lavando louça – ao mesmo tempo dando uma olhadinha na última mensagem do whatsapp.  Nós até fazemos piadas sobre a habilidade da mulher fazer várias coisas de uma vez só (e da suposta inabilidade do homem em fazer o mesmo).


Como mães certamente precisamos desse talento – temos muitas coisas acontecendo ao nosso redor que precisam da nossa atenção.  Mas a nossa tarefa – à luz das escrituras – é bem maior do que simplesmente delegar e manejar bem os vários afazeres no nosso lar, embora inclua isso também.  Deus nos deu a tarefa de educar nossos filhos nos caminhos dEle.  Essa tarefa é dada para ambos os pais, porém quero focar em como nós mães podemos cumprir essa tarefa.  

Num discurso da lei de Deus, Moisés fala essas palavras para o povo de Israel:

Deuteronômio 6:7-9:  Ensine-as [as palavras de Deus] com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa.  Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões.

Esses versículos são alguns dos mais conhecidos em toda a Bíblia quando se trata de educação de filhos.  Mas antes de deixá-las de lado por serem tão familiares, note algumas coisas.  Primeiro, essa tarefa é para ser feita com persistência.  A segunda coisa que fica clara é que devemos ensinar em todos os momentos da vida – em casa, no caminho, na hora de deitar.  A terceira coisa que notamos é que os momentos são momentos normais – do dia a dia.     

Você já pensou que pode usar sua habilidade de fazer muitas coisas ao mesmo tempo para obedecer essa ordem?  Temos a grande oportunidade de usar momentos cotidianos na nossa vida familiar para ensinar verdades eternas para os nossos filhos.  

Tenho quatro filhos entre 2 e 8 anos de idade.  A nossa vida é corrida, e a tarefa de ser mãe não é fácil – falho todo dia!  Mas pela graça de Deus posso prosseguir rumo ao alvo.  Tenho aprendido muito através da vida da minha mãe, que criou 6 filhos e dedicou a vida dela para ser uma mãe (e esposa) fiel à palavra de Deus. Uma das coisas que mais tem me marcado é que não posso terceirizar a responsabilidade que Deus me deu para criar os meus filhos.  

Temos a tendência de correr para os profissionais para tudo.  Temos profissionais para cuidar da saúde dos nossos filhos, para ensiná-los esportes ou música, para criar uma festa de aniversário inesquecível. Nada disso é necessariamente errado.  Mas quando falamos de criação de filhos, precisamos lembrar que Deus não deu a tarefa para profissionais – ele a deu para pais… amadores, inexperientes, novatos… e muitas vezes que não têm ideia do que estão fazendo!  Mesmo assim, não passe essa tarefa para outros – não é a creche, a escola, os avós ou nem mesmo a igreja que tem essa incumbência de educar os seus filhos nos caminhos do Senhor.  Deus nos deu o currículo certo – a Sua Palavra – e nela podemos achar tudo que precisamos para sermos pais fiéis.  Como cada família cumprirá essa tarefa pode ser diferente, mas a base é a mesma.  Lembre-se que o discipulado do seu filho exige tempo – tempo de qualidade e tempo em quantidade.  Se você realmente quer usufruir de todos os momentos do dia, como descrito nos versículos acima – você terá que gastar tempo com o seu filho.

Eu tenho a convicção de que, tanto quanto possível a mãe (principalmente com crianças pré-escolares) deve tentar estar em casa com os seus filhos.  Esses primeiros anos de vida são importantíssimos para criar alicerces na vida deles.  Quero ser clara – não digo que é pecado a mãe trabalhar fora.  Mas verifique que você está cumprindo primeiro as tarefas que Deus te deu como mãe e esposa.  Não dê as sobras do seu tempo e forças para o seu lar e seus filhos.  Aprecie esses poucos anos em que você tem uma audiência cativa nos seus filhos.  Você com o seu esposo têm a oportunidade de serem os primeiros a falarem de Cristo para os seus filhos, a ensinarem para eles uma visão bíblica do mundo, a discipliná-los em amor para que eles aprendam desde cedo a seriedade do pecado, e a serem os primeiros exemplos que eles vão seguir.  Isso é um presente de Deus – cultive-o!

Se você trabalha fora de tempo integral, eu sei que há muitas circunstâncias que podem fazer com que o seu trabalho pareça ser necessário para o bem da sua família.  Converse com o seu marido, e pense se não existe alguma alternativa para você poder minimizar o tempo que você está longe dos seus filhos.  Vocês conseguem fazer um orçamento familiar mais econômico para você poder gastar mais tempo com os seus filhos pequenos?  Você pode procurar algo que consegue fazer em casa – como dando aulas de música, sendo revendedora de algum produto, vendendo bolos ou salgados?  Você pode trabalhar na escola deles durante o período que eles estudam?  Se realmente é impossível para a realidade da sua família, faça um compromisso de fazer valer mesmo as horas que vocês têm juntos.

Um alerta para mães que não trabalham fora de casa.  Não se engane – ficando em casa não significa automaticamente que você está sendo fiel como mãe.  Como é fácil terceirizar a criação de filhos mesmo dentro de casa!  Netflix, youtube, televisão e DVDs são babás muito atraentes… É bem mais fácil conseguirmos realizar outras tarefas quando estão ligadas!  Claro que não é errado seus filhos assistirem filmes ou jogar videogame, mas lembre que é o seu trabalho educar os seus filhos, e não a da mídia.  Outro alerta – quando o dia está difícil e puxado, cuidado para não procurar um escape no facebook ou conversas pelo whatsapp.  Podemos estar presentes em casa, mas ausentes dos nossos filhos.  Tomemos cuidado que não desperdicemos o nosso tempo, e assim negligenciamos a nossa tarefa.   Tito 2:5 fala que devemos estar ocupadas em casa… não simplesmente em casa.

Nos próximos posts, vamos falar sobre como podemos aproveitar, de forma prática, alguns momentos cotidianos, como oportunidades eternas.  Entre elas:

● Escolhas

● Lidando com desapontamentos e alegrias

● Entretenimento

● Perguntas

● Ministério e cultos na igreja.

Michelle Merkh Zemmer 



Michelle Merkh Zemmer nasceu em Atibaia, filha de pais missionários americanos do ministério Palavra da Vida em Atibaia, São Paulo.  Formou-se em pedagogia da Universidade de Cedarville, Ohio, nos EUA onde conheceu seu marido, Benjamin, que também foi criado no Brasil.  Casados há 10 anos, o casal tem 4 filhos entre 2 e 8 anos de idade.  Depois de nascer o primeiro filho, dedicou-se ao trabalho do lar. O marido Ben trabalha em Web Design e faz parte da equipe Pregue a Palavra.  Juntos, o casal ministra numa congregação da PIBA em Terra Preta, SP.

#Feminilidade #MichelleMerkhZemmer

1 visualização

11 4412-6679

"FALA COM SABEDORIA E ENSINA COM AMOR."

Proverbios 31:26