• Mulher da Palavra

Fé e coragem

por Bianca Bonassi Ribeiro|




Provavelmente, você já ouviu muitas pessoas dizendo: Tenha fé e coragem! Vá com fé! Você precisa de fé! Geralmente, esses conselhos entusiasmados são ditos de forma vazia, eles ficam soltos no ar, tanto para quem diz quanto para quem ouve. No extremo oposto estão as excelentes mensagens e estudos sobre os heróis da fé citados em Hebreus 11 e somados aos mártires do passado e do presente. Pessoas que demonstraram e ainda demonstram grande fé e coragem diante de grandes obras para Cristo (exemplos: Noé com a arca e cristãos que vivem em países perseguidos). Mas, onde está a fé e a coragem no dia a dia, nas pessoas com vidas “normais”?


Diante disso, minha oração e objetivo com esse texto é que meditemos sobre fé e coragem no nosso dia a dia, como cristãos, a partir da Palavra de Deus. A Bíblia é repleta de exemplos de pessoas comuns que demonstraram fé em diferentes situações. Interessante notar que todo ato de fé envolve coragem. Isso porque Deus exige uma ação, que na perspectiva humana, pode parecer bem estranha.


Em primeiro lugar é necessário que compreendamos o sentido dessas duas palavras: fé e coragem.

Algumas definições de fé:


· Convicção intensa e persistente em algo abstrato que, para a pessoa que acredita, se torna verdade; crença. Excesso de confiança depositado em uma pessoa merecedora de fé (Dicionário Online – ênfase minha).


· Crença ou atitude de confiança em relação a Deus, envolvendo o compromisso de alguém com a vontade de Deus (Dicionário Ilustrado da Bíblia, 2004, p. 554 – ênfase minha).


· Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos [...] Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que aquilo que se vê não foi feito do que é visível [...] Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam (Hebreus 11. 1; 3 e 6 – ênfase minha).


Definições de coragem:


· Ausência de medo diante de riscos ou do perigo; bravura, valentia. Cuidado e perseverança no desenvolvimento de algo; determinação. Força espiritual para ultrapassar uma circunstância difícil; confiança (Dicionário Online – ênfase minha).

· Firmeza de propósito que habilita uma pessoa a resistir ao medo ou a uma dificuldade (Dicionário Ilustrado da Bíblia, 2004, p. 324 – ênfase minha).


A partir das definições de fé e coragem, o que mais chama a atenção são as seguintes palavras: convicção intensa, atitude de confiança, certeza, cuidado e perseverança, determinação e firmeza de propósito; na vida de um cristão isso deve estar alinhado à vontade de Deus.


Com base nas definições apresentadas notamos que fé e coragem caminham juntas. Resumindo, fé depende da convicção no que Deus diz e da coragem para tomar uma atitude. Por isso a salvação em Cristo Jesus é um ato de fé. No entanto, a vida de um cristão é constantemente marcada por outros atos de fé.


Muitos atos de fé estão vinculados a momentos de provas. Numa prova existem três possibilidades de resultados: Aprovação com louvor; Aprovação com ressalvas (quando há alguns erros); Reprovação (não quero dizer que o cristão perde a salvação, mas que em determinadas situações, quando nossa fé é provada e não confiamos em Deus, pecamos e somos reprovados. Seria como tirar uma nota entre 0 e 4,9 numa prova).

Atos de fé exigem coragem e valentia para correr determinados riscos sabendo que Deus tem o controle da situação. Isso é o oposto de tomar decisões de forma incoerente, subjetiva e leviana. Sendo assim, atos de fé exigem intimidade com Deus. Uma pessoa tende a confiar mais e melhor quando conhece a Deus que, por meio do Espírito Santo, solicita o ato de fé. A intimidade com nosso Senhor é construída a partir da leitura e meditação diária na Palavra de Deus. Não existe outra forma de conhecer e ser íntimo de Deus se não investirmos tempo nessa relação.


A fé e a coragem para assumir riscos e agir mesmo quando nos parece algo estranho ou desconfortável é consequência de conhecer Aquele que fez o pedido.


A Palavra de Deus nos mostra vários exemplos práticos de fé e nesse momento gostaria de apresentar, mesmo que brevemente, alguns deles.


Os atos de fé dessas pessoas mostram a confiança que elas tinham em tomar uma decisão segundo a vontade de Deus. Vale ressaltar que todos de uma forma ou outra tiveram que descansar na provisão e sustento financeiro de Deus. Não sabemos o impacto que nossos atos de fé terão, mas eles nos fazem ver nosso Salvador com outros olhos. Nossa parte é agir com coragem na confiança de que foi o Espírito Santo quem moveu nossos corações para tomarmos uma atitude.


Por fim, nosso desafio diário é meditar na Palavra de Deus para termos um coração sensível à voz do Espírito Santo quando tivermos que tomar uma atitude de fé. Tais ações podem assumir as mais variadas formas: a) dar uma oferta quando temos fartura ou escassez; b) sair de um emprego estável para investir no reino (isso também engloba dedicar-se à família); c) dividir o alimento em época de fome; d) recusar uma promoção porque isso tomaria o tempo da família; e) enviar uma carta falando do amor de Jesus para uma pessoa que você não conhece; f) mandar uma mensagem pela rede social dizendo que está orando por aquela pessoa (mesmo que não se falem pessoalmente há mais de vinte anos) correndo o risco de ser ridicularizada por ela; g) aproveitar oportunidades diárias no banco, supermercado, academia, escola, etc. para compartilhar o amor de Jesus; f) recusar-se a mentir ao preencher um formulário (seguros de carro, médico, etc) mesmo correndo o risco do prejuízo financeiro. Nosso dia a dia é repleto de momentos que exigem atos de fé e coragem.


Lembremos que muitas vezes os atos de fé parecem humanamente estranhos e podem nos colocar numa situação desconfortável, mas a confiança na ação sobrenatural de Deus deve estimular a nossa coragem e nos tornar valentes. “Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio (II Timóteo 1.7).”


Assim, minha oração é que tenhamos verdadeiramente fé e coragem!


Bianca Bonassi Ribeiro



Bianca é casada com Luciano. Eles têm dois filhos, o Pedro e o Vitor. Ela faz parte da equipe docente da Universidade Presbiteriana Mackenzie-SP, desde 2007 e é membro da Primeira Igreja Batista de Atibaia. Bianca é doutora em Comunicação e Semiótica, mestre em Administração e graduada em Administração de Empresas

111 visualizações

11.4412-6679

"FALA COM SABEDORIA E ENSINA COM AMOR."

Proverbios 31:26